Fábrica da Volvo receberá 10 bi para produção de carros 100% elétricos

Para preparar a próxima geração de carros totalmente elétricos, o investimento nas fábrica da Volvo localizada na Suécia inclui melhorias e ampliação no processo de produção interno. Veja detalhes.

fábrica de Torslanda na Suécia (Foto: Volvo)

Investimento bilionário na Fábrica da Volvo Cars da Suécia visa alavancar produção dos carros elétricos

Com sua próxima geração de carros elétricos puros, a Volvo Cars pretende oferecer aos clientes uma autonomia maior, carregamento mais rápido e custos mais baixos, além de alcançar novos marcos em segurança automotiva e sustentabilidade. Para concretizar essas ambições, a Volvo Cars investirá SEK 10 bilhões em sua fábrica de Torslanda na Suécia nos próximos anos.

Como parte dos investimentos planejados, a empresa introduzirá uma série de novas e mais sustentáveis tecnologias em seus processos de fabricação. Estes incluem a introdução de mega fundição de partes de alumínio, uma nova fábrica de montagem de baterias e lojas de pintura e montagem final totalmente reformadas.

“Com esses investimentos, damos um passo importante para nosso futuro totalmente elétrico e nos preparamos para Volvos elétricos ainda mais avançados e melhores”, disse Håkan Samuelsson, executivo-chefe da Volvo Cars. “Torslanda é nossa maior fábrica e desempenhará um papel crucial em nossa transformação contínua à medida que avançamos para nos tornarmos uma fabricante de carros 100% elétricos até 2030“.

Fábrica da Volvo receberá 10 bi para produção de carros 100% elétricos
Foto: Volvo Cars

Investimento em baterias de alta qualidade

Os investimentos seguem um anúncio recente da Volvo Cars e da Northvolt, a principal empresa de baterias, para investir SEK 30 bilhões no desenvolvimento e fabricação de baterias de alta qualidade e sob medida para a próxima geração de modelos elétricos da Volvo.

Ambos os planos de investimento representam novos passos para a ambição da Volvo Cars de ser uma empresa de carros 100% elétricos até 2030 e refletem o compromisso da empresa com um futuro de longo prazo em sua cidade natal, Gotemburgo.

carros elétricos mais vendidos
Volvo XC40 Pure Electric (Foto: Divulgação/Volvo)

Veja tambémLançamentos do Volvo C40 e Jeep Renegade 2022

Entenda o que é a Introdução de mega fundição para a produção dos carros elétricos

A introdução de mega fundição *de partes de alumínio para a próxima geração de modelos elétricos Volvo é a mudança mais significativa implementada como parte do pacote de investimentos. A mega fundição cria uma série de benefícios em termos de sustentabilidade, custo e desempenho durante o tempo de vida dos carros, e a Volvo Cars é uma das primeiras montadoras a investir nesse processo.

Fundar partes principais da estrutura do piso do carro como uma única peça de alumínio reduz o peso, o que, por sua vez, melhora a eficiência energética e, assim, a autonomia elétrica do carro. Isso também permite que os projetistas da Volvo usem de forma ideal o espaço disponível dentro da cabine e da área de bagagem, aumentando a versatilidade geral do veículo.

*A introdução planejada de mega fundição de partes de corpos de alumínio está sujeita a licenças ambientais.

Volvo C40 entra em fase de pré-venda no Brasil, veja
Volvo C40 (Foto: Divulgação)

Mais benefícios da mega fundição para a autonomia elétrica do carro

Outros benefícios da mega fundição incluem a redução da complexidade no processo de fabricação. Isso, por sua vez, cria redução de custos em termos de uso de materiais e logística, reduzindo a pegada ambiental global nas redes de manufatura e supply chain.

A atualização da área de pintura envolve a instalação de novas máquinas e a implementação de novos processos, que devem apoiar a redução contínua do consumo de energia e emissões.

Uma nova fábrica de montagem de baterias integrará células de bateria e módulos na estrutura do piso do carro, enquanto a área de montagem está sendo reformada para a acomodação de carros totalmente elétricos de próxima geração, por exemplo, com um novo “ponto de casamento” onde a carroceria superior e o piso do carro se encontram pela primeira vez.

Reforma da fábrica

As áreas logísticas também serão reformadas, melhorando o fluxo de materiais e otimizando o transporte de mercadorias e peças para a usina. A empresa também investirá em instalações no entorno da fábrica, como áreas de descanso, vestiários e escritórios, que melhoram ainda mais o ambiente de trabalho para todos os funcionários.

Volvo C40 (Foto: Divulgação/Volvo)

Você pode se interessar também por: Atente-se ao passo a passo e procedimentos para renovar a CNH em 2022

“Hoje é um grande dia para a fábrica de Torslanda, pois estamos adequando-a para o futuro com este pacote de investimentos”, disse Javier Varela, chefe de engenharia e operações da Volvo Cars. “Nosso futuro como empresa é totalmente elétrico e isso requer uma variedade de upgrades em toda a fábrica, para garantir que a Torslanda possa continuar a construir carros elétricos premium da mais alta qualidade”.

A fábrica de Torslanda tem uma capacidade de produção anual de 300.000 carros e é uma das instalações de fabricação mais antigas da Volvo Cars. Foi inaugurada em abril de 1964 pelo rei sueco Gustaf VI Adolf e foi por muito tempo o maior local de trabalho do país. Atualmente, a fábrica de Torslanda opera em três turnos e emprega cerca de 6.500 pessoas.

Erica Franco
Erica FrancoJornalista por formação com mais de 15 anos de experiência em redação geral e automobilística. Passagens pelo caderno "Máquina e Moto" do Jornal Agora São Paulo, Folha online, Jovem Pan, Uol, Mil Milhas, Revista Consumidor Moderno, Portal No Varejo, entre outros. Atualmente dedica-se a função de editora do portal Garagem360, apurando notícias do universo automotivo e garantindo o padrão de qualidade dos conteúdos veiculados.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
777 slots - Fábrica da Volvo recebe investimento bilionário