777 slots - Por que a Toyota não acredita em um mundo só de carros elétricos?

Desde que os carros elétricos começaram a ganhar popularidade, muitas montadoras passaram a investir nesta tecnologia. No entanto, a Toyota tem adotado uma abordagem diferente, demonstrando ceticismo quanto à eletrificação das frotas.

Mas porque a Toyota tem esse posicionamento?

Toyota ingressa no segmento dos carros elétricos com sedan bZ3 - Foto: Divulgação

 

Toyota ingressa no segmento dos carros elétricos com sedan bZ3 – Foto: Divulgação

 

Toyota é contra carros elétricos?

Não é bem assim, já que na visão da montadora apenas os elétricos não são suficientes para manter as pessoas se locomovendo.

Recentemente, o cientista chefe da Toyota, Gill Pratt, afirmou que a melhor abordagem para um futuro com menores emissões de carbono é multifacetada, com elétricos, híbridos e outras tecnologias verdes. 

“O tempo mostrará que o nosso ponto de vista é realmente o correto”, disse Pratt em Tóquio. “De uma forma ou de outra, haverá uma diversidade de grupos motopropulsores utilizados em todo o mundo”.

Uma dessas alternativas seria o hidrogênio. Inclusive, a marca já desenvolveu o Toyota Mirai que utiliza três cilindros de 5,6 kg de hidrogênio armazenados sob alta pressão. 

O gás é enviado para a célula de combustível para gerar energia elétrica e fazer o carro se mover. Apesar de gerar apenas água como resíduo, a popularização ainda é inviável, uma vez que armazenar o hidrogênio requer pressão e temperatura controladas. 

Carro movido a hidrogênio da Toyota - Foto: Divulgação

 

Carro movido a hidrogênio da Toyota – Foto: Divulgação

 

Foco na tecnologia híbrida

Por enquanto, a marca foca seus esforços nos na tecnologia híbrida. A empresa acredita que os veículos híbridos, que combinam um motor de combustão interna com um motor elétrico, oferecem uma solução mais eficiente em termos de custo e infraestrutura. 

A Toyota é líder mundial na produção de veículos híbridos, como o popular Corolla Altis e Corolla Cross Hybrid, e tem investido em pesquisas para aprimorar ainda mais essa tecnologia.

Sustentabilidade além dos veículos elétricos

Um dos principais desafios para a adoção em massa dos carros elétricos é o uso dos materiais para a produção das baterias, geralmente o Lítio. Trata-se de um recurso que exige extração contínua e limitada. 

Para contornar essa problemática, a fabricante investe pesado em pesquisa e desenvolvimento de baterias mais sustentáveis e com maior autonomia. De acordo com o GlobalData, a marca já registrou 8.274 patentes de baterias.

Demanda de mercado

Outro fator que influencia a abordagem da Toyota é a demanda do mercado. Embora a popularidade dos carros elétricos esteja crescendo, a Toyota argumenta que a maioria dos consumidores ainda prefere veículos convencionais. 

Apesar disso, não quis ficar fora do mercado e já produz veículos em parceria com a chinesa BYD. É o caso do bZ3, sedan que é praticamente o Corolla elétrico e que já foi lançado na China. 

Ou seja, apesar de acreditar que não deve haver um mundo só de carros elétricos, a Toyota continua comprometida em desenvolver tecnologias e oferecer produtos da categoria.

 

Robson QuirinoSou Robson Quirino. Formado em Comunicação Social pelo IESB-Brasília, atuo como Redator/ Jornalista desde 2009 e para o segmento automotivo desde 2019. Gosto de viagens rápidas, mas sonho em viajar em um cosmic car para o espaço sideral.
ASSISTA AGORA
Veja mais ›
777 slots - Por que a Toyota não acredita em um mundo só de carros elétricos?